FALAR DE SAD’s!

● Justifica-se comentar a nova organização dos clubes portugueses, as Sociedades Anónimas Desportivas (SAD´s) ou as Sociedades Desportivas Unipessoais por Quotas (SDUQ), que tiveram o dom de descaracterizar profundamente os clubes e o futebol português. É a minha opinião!
Obrigar os clubes a serem SAD ou SDUQ para participarem em campeonatos profissionais visou fundamentalmente questões fiscais. Se é verdade que desresponsabilizou os dirigentes no que diz respeito à fiscalidade, acabou por atirar muitos clubes para os braços de gente que nada tem a ver com a sua essência e história. Esta é a razão porque têm surgido notícias desagradáveis. Os clubes que sempre foram dirigidos por pessoas da terra que serviam estas instituições com capricho e seriedade, transformaram-se num puro negócio empresarial. As questões financeiras e económicas passaram a dominar, daí os conflitos e a corda partir sempre pela parte mais fraca, que são obviamente os Clubes. O Campeonato de Portugal é o caso mais exemplar do dilema que vive o futebol nacional.f

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.