Pontos críticos da Segunda Circular vão ser alvo de intervenções da Câmara Municipal de Lisboa. “Essas intervenções de urgência estão identificadas e quantificadas” garantiu Fernando Medina, presidente da edilidade. A autarquia prevê fazer uma intervenção de fundo nesta artéria. Em Setembro de 2016, a Câmara de Lisboa anulou o concurso da Segunda Circular e abriu um inquérito para averiguar eventuais conflitos de interesses, detectados pelo júri do procedimento, por parte de um projectista que também comercializa a mistura betuminosa que iria ser usada no piso.

A mais perigosa A Segunda Circular, uma via que atravessa a freguesia, é o principal “ponto negro” da cidade, segundo a Prevenção Rodoviária. Nos seus 10 km ocorreram 838 acidentes entre 2010 e 2016, com 12 vítimas mortais, 25 feridos graves e 1028 feridos menos graves.f

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.