A urbanização a implementar na Quinta dos Ingleses, em Carcavelos, prevê a construção de 850 fogos, um hotel, comércio e serviços, um parque verde e outros equipamentos colectivos. A discussão pública termina a 4 de Maio.

● Os promotores responsáveis são a imobiliária Alves Ribeiro e a St. Julian’s School Association (SJS). Segundo o projecto, “a distribuição do uso residencial no território regeu-se pela escolha dos locais mais protegidos do ruído, com melhor qualidade do ar, valorizando a proximidade do Parque Urbano e da praia, havendo simultaneamente a preocupação de correlaccionar as densidades propostas na área da intervenção com as densidades existentes na envolvente”. Neste novo projecto imobiliário estão previstos ainda nascer diferentes equipamentos sociais, culturais, desportivos e educativos, nomeadamente um centro paroquial com centro de dia e uma escola privada. Entretanto, aumenta a contestação às intenções camarárias. O movimento ‘SOS Quinta dos Ingleses’ reivindica um amplo espaço verde público junto à praia, onde “predominem as áreas de lazer, bem-estar e desporto ao ar livre em simbiose entre o Homem e a Natureza. Em terrenos confinantes, está também prevista uma outra urbanização no Bairro da Torre. As duas urbanizações estão em discussão pública até 4 de Maio.f

Leia também  Sensores medem qualidade do ar
Últimas
Leia também  Quinta dos Ingleses: do vinho ao cabo submarino
{"ticker_effect":"fade","autoplay":"true","speed":3000,"font_style":"bold-italic"}

PUB







Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.