Carcavelos, porquê?

● Quis o destino que nos anos sessenta do século XX, me transferisse de Moçambique para Portugal. Nascido na Capital de pais lisboetas e avós divididos entre alentejanos e algarvios, passei a habitar Carcavelos desde estudante. Embora com andanças por Leiria, Porto, Vila do Conde, passei a viver nesta Vila integrado no ambiente social e cultural que muito me agradou.
Carcavelos, com a sua praia, era apregoada, nos anos cinquenta, como a melhor de Portugal! Exagero porque do lado da Parede e do lado de Oeiras, com características diferentes, estamos bem servidos de belos areais e também de tonificantes rochas!
Percorrendo uma agenda daquela época encontramos uma curiosa comparação de temperaturas médias de diversas estâncias europeias. Assim: Carcavelos 11.5 graus, San Remo 10.5 – Mónaco 9.9, Nápoles 9.8, Cannes 9.5, Arcachon 8.9, Nice 7.8 e Biarritz 6.8 graus centigrados. Terá sido esse factor que levou a que os exilados Arquiduques de Áustria viessem para Carcavelos? Também aqui residiu o Príncipe de Hoenzollerne, cunhado do nosso último Rei D. Manuel II. Também um Presidente da República aqui viveu: o General Craveiro Lopes.
A Vila, rodeada de Quintas, teve um impulso tremendo que a obrigou a mergulhar na modernidade quando por cá se instalou o Cabo Submarino.
Sendo o futebol praticado desde a altura em qua a colónia inglesa aumentou substancialmente, há registos de multidões virem de comboio de Lisboa a Carcavelos para assistirem a essa nova febre! Equipas portuguesas foram surgindo, mas em jogo perdiam com os ingleses quase constantemente. Em 1906, há o registo da vitória de uma equipa portuguesa sobre a dos ‘súbditos de sua majestade’, e conta-se que com o entusiasmo os nossos adeptos não se portaram muito bem, danificando algum equipamento dos comboios, no regresso à Capital. Inexplicável, até tínhamos ganho!
A natureza humana não varia assim tanto, até aos nossos dias. Ficamos por aqui.f

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.