● No passado dia 10, a Igreja de Nossa Senhora do Amparo, a conhecida Igreja de Benfica, comemorou 210 anos de vida com a presença do Cardeal-Patriarca D. Manuel Clemente. As primeiras referências à paróquia remontam aos finais do século XIV, o que indicia que tenha pelos menos 600 anos, mas só a 10 de Dezembro de 1809 se iniciaram as cerimónias da sagração da Comunidade Paroquial de Nossa Senhora do Amparo de Benfica. A actual Igreja é a terceira construção. Antes dela, existiram dois outros templos, situados sensivelmente no mesmo sítio. A sua construção iniciou-se a Agosto de 1750 com um projecto de João Frederico Ludovice. As obras foram continuadas depois pelo seu filho, o arquitecto João Pedro Ludovice até 1760, ano em que faleceu.  As obras ficaram paradas desde finais de 1754, quando o Terramoto de 1755 veio pôr à prova a solidez da construção. Em 28 de Março de 1780, as obras recomeçaram, agora sob a direcção de mestre João Gomes. A edificação do novo templo teve uma história muito atribulada, devido a questões económicas e financeiras. Só em Setembro de 1809 se daria o arranque final das obras, com os trabalhos concentrados na capela-mor que são terminadas em Dezembro de 1809.   Entre 1811 e 1813, procedeu-se ao arranjo do guarda-vento. Em 1840 ergueu-se a torre do lado nascente, onde se montou um relógio em 1923. A Igreja de Nossa Senhora do Amparo apresenta uma fachada de três corpos e uma torre. A planta é de uma só nave, possuindo quatro capelas laterais com telas de Pedro Alexandrino.f 

Advertisements

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.