GSCO Grupo Sportivo de Carcavelos (GSC) assinalou no passado dia 5 de Março o seu 100.º aniversário, entrando com honra e distinção no clube restrito das colectividades desportivas centenárias. Impossibilitado de festejar como gostaria a efeméride, devido à crise sanitária, o clube utilizou as redes sociais para divulgar os muitos testemunhos e mensagens de parabéns recebidos.

● Não obstante, Victor Manuel Pereira Santos, presidente do GSC, enviou uma mensagem aos sócios a assinalar o marco histórico atingido pelo clube carcavelense. Este responsável afirma que o Centenário “contou, antes da pandemia, com mais de 500 atletas em actividade e que organizou eventos de alto nível, o que nos orgulha substancialmente”. “É com apreensão que vivemos estes momentos de pandemia que nos deixam na incerteza de como vai ser o início da próxima época”, referiu.
A efeméride foi aproveitada para realçar a “desilusão” face a uma velha aspiração do GSC: “aguardamos que as instâncias municipais decidam atribuir-nos os complexos desportivos que nos fazem falta para o desenvolvimento das nossas actividades”, salientou Victor Santos. Entretanto, Frederico Nunes, vereador da CMC com os pelouros da Juventude e do Desporto, anunciou que em breve o GSC poderia contar com terrenos que vão permitir a construção de um pavilhão para a prática da modalidade de Ginástica de Trampolins.
Prejudicado fortemente pelas limitações impostas pela pandemia, o GSC tem enfrentado, como muitas outras colectividades, grandes dificuldades. De acordo com o Presidente, tem sido complicado gerir o clube nesta fase, “porque o dinheiro não abunda, as receitas decresceram e os custos mantiveram-se quase na sua totalidade”. Apesar de tudo, mantém-se aceso “o desejo de continuar a promover a formação dos jovens, dando-lhes condições, que ainda não existem, para que eles possam seguir os seus sonhos”.

Seja dos primeiros a saber!  Artista homenageia paredenses

Ciclismo: o princípio

A forma contida como o clube foi obrigado a assinalar esta data tão importante do seu percurso, fez Victor Santos confessar: “Para mim, este centenário perdeu a magia que podia ser criada à sua volta”. Resta a esperança de que possa ser possível, em 2027, recordar com pompa e circunstância o centenário da vitória alcançada na Primeira Volta a Portugal em Bicicleta.
O dirigente recordou que “foi no ano de 1921 que Aníbal Firmino da Silva conseguiu congregar à sua volta um número interessante de carcavelenses que deram origem ao GSC”. O Ciclismo foi o desporto que esteve na génese do clube. Seis anos mais tarde, em 1927, António Augusto de Carvalho, em representação das cores do GSC, sagrou-se vencedor da primeira Volta a Portugal em Bicicleta.
A edição inaugural da principal prova ciclística ficou ainda marcada por vários outros lugares de destaque alcançados pelos restantes ciclistas do clube, nomeadamente o quinto lugar de Aníbal Firmino da Silva, o que levou a equipa do GSC à primeira posição da classificação por equipas, um feito de nomeada para o pequeno grande clube carcavelense.
Reza a história da colectividade que na sequência da participação na V Volta a Portugal, os ciclistas da equipa, que integrava ainda José Sequeira Júnior e António Cristiano, ficaram conhecidos como ‘os açambarcadores de troféus’, mercê dos inúmeros prémios conquistados. Entretanto, Aníbal Firmino da Silva, manteve-se no clube somando vitórias no Campeonato de Portugal e na Volta a Lisboa.

Seja dos primeiros a saber!  S.D. Benfica: 350 mil euros para campos de Padel

GSC: história de conquistas

A época dourada do ciclismo carcavelense terminou em 1964. Porém, ao longo da sua história de 100 anos, o GSC alcançou várias outras vitórias e feitos dignos de menção. A secção de Futebol, criada em 1923, filiou-se, em 1928, na Associação de Futebol de Lisboa (AFL), alcançando inúmeras vitórias durante as décadas de 1930 e 1940. Na altura, as equipas de futebol do GSC já treinavam nos campos da Quinta Nova de Santo António, onde o clube carcavelense veio a receber um terreno ao lado do campo relvado, que utiliza ainda hoje.
Na década de 1950, o clube carcavelense criou a secção de Ginástica, seguida da secção de Ténis, praticado em dois courts de ténis instalados no Parque da Quinta da Alagoa. Quarenta anos mais tarde, na década de 1990, o GSC esteve presente em Trampolins em todos os Campeonatos da Europa e do Mundo, tendo conquistado algumas medalhas, com destaque para a ginasta Mariana Carvalho.
Na década de 1980, foi formada uma equipa de futebol 11 feminino, que venceu quatro taças da AFL (1983/84, 1984/85, 1986/87 e 1989/90) e o I Torneio Internacional em 1983, mas que acabou por ser extinta em 1992. Em 1994, a equipa sénior masculina ascendeu à Primeira Divisão Distrital e, em 1997, sagrou-se campeã da Primeira Divisão da Associação de Futebol de Lisboa. Em juniores, a equipa de Carcavelos venceu a Taça da AFL em 1970/71.
Também em destaque no percurso do GSC, merecem referência o Atletismo, com vários êxitos alcançados, e o Pingue-pongue nas décadas de 1920 e 1930. Mais recentemente, Raúl Diniz foi um nome que saltou para a ribalta na história do clube e do desporto nacional, impondo-se como um dos maiores vultos do Halterofilismo português.
Entre 1970 e 1990, sagrou-se campeão nacional e foi atleta europeu, mundial e olímpico (Munique’72, Moscovo’80 e Los Angeles’84), chegando a ocupar a quinta posição do ranking mundial na sua categoria.
Actualmente, a colectividade carcavelense tem activas as seguintes modalidades: Futebol, Ginástica, Karaté, Ciclismo, Halterofilismo e Taekwondo. Nesta última, o GSC conta com duas importantes conquistas alcançadas em 2010 por Gonçalo Faustino (Campeão Nacional de Juniores +48Kg) e Sílvio Freire (Campeão Nacional de Cadetes +57Kg).f
LUIS CURADO

Seja dos primeiros a saber!  'Leões das Furnas' vão retomar modalidades

[bdp_ticker ticker_title=”Últimas” theme_color=”#dd9933″ font_color=”#000000″ font_style=”bold-italic” ticker_effect=”fade”]

Quanto vale este artigo?

A SUA CONTRIBUIÇÃO É UM FACTOR DE PROTECÇÃO DA INDEPENDÊNCIA EDITORIAL DO ‘FREGUÊS’. CONTRIBUA PARA A DEFESA DA CAUSA PÚBLICA E A INVESTIGAÇÃO DE QUESTÕES CRÍTICAS PARA A VIDA COMUNITÁRIA.

PUB







Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.