• A Assembleia Municipal de Lisboa (AML) aprovou uma recomendação à Câmara Municipal de Lisboa (CML) para que torne públicos os diversos estudos relativos à implementação de ciclovias e respectivos impactos, num dos seus sites na internet, assim como pretende que os referidos estudos sejam enviados à AML. Os deputados municipais recomendam ainda que se mantenha a informação actualizada com novos dados que entretanto surjam. No documento afirma-se que “a política de implementação de ciclovias por parte da CML “tem sido alvo de inúmeras polémicas e até de contestação”. Na recomendação salienta-se que “existem queixas de moradores e comerciantes, já expostas aquando de audições em reuniões da 8.ª Comissão Permanente da AML sobre a ausência de informação e até diálogo com a CM.” Recorde-se que a 4 de Agosto, Miguel Gaspar, vereador com o pelouro da Mobilidade, fez declarações públicas segundo as quais a CML é detentora de diversos estudos relativos às ciclovias. Os deputados municipais referem que a autarquia não divulgou aqueles estudos, “apesar de diversas solicitações nesse sentido”, salientando que “é do interesse da cidade o acesso a essa informação”. No documento afirma-se que “as políticas da CML devem pautar-se por critérios de transparência, assegurando o acesso à informação”. A recomendação foi proposta por Rodrigo Mello Gonçalves, tendo sido aprovada por maioria a 18 de Setembro, com a abstenção de dois deputados independentes e votos contra do Partido Socialista.f

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.