A Praça Nuno Gonçalves, junto à escola Mestre Arnaldo Louro de Almeida, está a ser requalificada pela Câmara Municipal de Lisboa (CML).

● O projecto, da autoria do atelier José Adrião Arquitetos, visa “assegurar maior segurança para as crianças que frequentam a escola, tornando-se também um lugar de convívio para os moradores e de inclusão para as pessoas de mobilidade condicionada”. A autarquia promete plantar árvores e regular o trânsito.
A ideia é criar uma nova centralidade no bairro, alargando a área pedonal confinante com a escola e, sempre que possível, junto aos edifícios. O projecto prevê a redução da extensão dos atravessamentos da faixa de rodagem, eliminar as ilhas rodoviárias e definir um único eixo viário, contínuo entre as ruas Diogo de Macedo e Jorge Afonso, interceptadas pelas ruas Luciano Freire, Cristóvão de Figueiredo e Frei Carlos.
Segundo os seus autores, o novo perfil da praça será mais adequado ao transporte individual e à rota da carreira 731.
A nova praça terá menos 14 lugares de estacionamento longitudinais à praça de forma a maximizar a área pedonal.
No centro da praça constará no pavimento uma referência aos “Painéis de São Vicente de Fora”, atribuídos a Nuno Gonçalves. A intervenção contempla ainda a criação de novas passadeiras, o rebaixamento dos passeios nos locais de atravessamento e a substituição do mobiliário urbano, como bancos e mesa.f
REDACÇÃO

Leia também  Bairro Santos: moradores exigem respeito pela toponímia
Últimas
Leia também  Marquês da fronteira: requalificação preocupa fregueses
{"ticker_effect":"fade","autoplay":"true","speed":3000,"font_style":"bold-italic"}

PUB







Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.