● O levantamento das obras necessárias para reabilitar o Palácio Beau Séjour, que acolhe o Gabinete de Estudos Olissiponenses (GEO), depositário de um valioso espólio documental sobre Lisboa, foi realizado e as conclusões já estão no Departamento de Obras Municipais da Câmara Municipal de Lisboa (CML), informou Anabela Valente, responsável pelo GEO. A CML vai abrir concurso para o projecto das obras, o qual terá que merecer um parecer positivo da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) porque o imóvel é património classificado. O executivo camarário aprovou, em 26 de Junho, a realização de obras de manutenção, restauro e modernização do imóvel, na sequência de uma vistoria técnica que identificou os problemas a que o nosso jornal já fez referência. O “FREGUÊS DE SÃO DOMINGOS DE BENFICA” solicitou esclarecimentos à CML sobre a situação do processo, mas até ao fecho da edição não obtivemos qualquer resposta.
O Palácio tem motivos de interesse, como o famoso tecto do Salão Dourado, uma tela pintada por Columbano Bordalo Pinheiro intitulada “O Carnaval de Veneza”, o lavatório ornamental de Rafael Bordalo Pinheiro e o tecto da Galeria de Pintura pintado por Francisco Vilaça, entre outros pormenores decorativos.f

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.