● No passado dia 14 de Maio, a AML aprovou nova recomendação à CML a propósito da apreciação de mais uma petição “Estacionamento de veículos na zona limítrofe ao Centro Comercial Fonte Nova” a defender a entrada da EMEL em diversas artérias entre a Praça Fonte Nova e a Estação de Metro “Colégio Militar”. A este propósito, os deputados municipais sublinham que a CML deve proceder “à mais ampla divulgação junto dos munícipes abrangidos pelas consultas públicas efectuadas no processo de implementação de novas Zonas de Estacionamento de Duração Limitada (ZEDL), fazendo uso dos recursos e meios de publicitação ao dispor do município (“Mupis” de divulgação institucional, info-mail e outros que considere adequados)”
No documento recomenda-se que se promova “a introdução de medidas mitigadoras que facilitem a mobilidade ao nível local”, assim como reforce “a mobilidade e acessibilidade aos equipamentos públicos e zonas comerciais face à realidade do território em presença”.
Para os membros da AML, a delimitação das ZEDL deve atender “às características morfo-tipológicas dos territórios municipais envolvidos, considerando a localização e o acesso facilitado dos residentes aos equipamentos de proximidade e a interfaces de transportes, as dinâmicas sociais e económicas locais e os impactos decorrentes da existência de grandes equipamentos de âmbito local, municipal ou nacional”.
Os deputados municipais defenderam a “activação das zonas tarifadas nas áreas sujeitas a maior pressão de estacionamento por motivos diversos, protegendo assim a rotação e disponibilidade de estacionamento para residentes e comerciantes da zona limítrofe ao Centro Comercial Fonte Nova” no mais curto prazo de tempo.f

Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.