Escola Mestre Arnaldo Louro de Almeida: alunos contra má nutrição infantil

Escola Mestre Arnaldo Louro de Almeida: alunos contra má nutrição infantil

25 de Janeiro de 2023 0 Por Redacção

A Escola Básica Mestre Arnaldo Louro de Almeida (MALA), situada no Bairro Santos, é o único estabelecimento de ensino da freguesia que participa no programa ‘Heróis da Fruta’ promovido pela Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) para combater a má nutrição infantil.



● O programa suporta-se num ‘Passaporte dos Heróis da Fruta®’ que as crianças devem colorir diariamente como recompensa por porem em prática hábitos alimentares mais saudáveis e sustentáveis.
Frutas e legumes são considerados ‘super alimentos’ que consumidos segundo as recomendações durante 25 dias transformam as crianças em ‘Heróis da Fruta’.
Através da estimulação da imaginação, o programa visa aumentar a ingestão de frutas e vegetais junto das crianças para alcançar as quantidades mínimas diárias recomendadas; reduzir o consumo de ‘Super Industriosos’ (com açúcar, sal ou gordura em excesso) junto das crianças para não ultrapassar limites máximos; e promover a literacia alimentar, junto dos encarregados de educação, para incentivar hábitos familiares mais saudáveis e sustentáveis.
Trata-se de um método que combina materiais educativos protagonizados por um grupo inspirador de ‘personagens-modelo’ que ganham ‘superpoderes’ através da ingestão de alimentos saudáveis e técnicas de educação não-formal como storytelling ou gamification.
Os conteúdos são desenvolvidos por uma equipa multidisciplinar de especialistas e respeitam todos os referenciais de nutrição infantil e alimentação saudável, educação para a saúde e literacia em saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), Direção Geral da Saúde (DGS) e Direção Geral da Educação (DGE).
Os resultados do método Heróis da Fruta® são continuamente avaliados por investigadores do Instituto de Saúde Ambiental (ISAMB) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL). Desde 2011 quase meio milhão de crianças participantes já melhorou os hábitos alimentares através deste programa.

Promover o consumo
O objectivo da APCOI é promover o consumo diário de fruta e produtos hortícolas, “um dos factores mais importantes de uma alimentação saudável, porque são alimentos que contêm nutrientes insubstituíveis como as vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoquímicos”.
O baixo consumo destes alimentos essenciais tem efeitos negativos para a saúde: provoca alterações nos níveis de energia, de concentração e aprendizagem e diminui as defesas do organismo (imunidade), tornando as crianças e também os adultos mais sujeitos às bactérias, vírus e doenças em geral. Segundo a OMS, o reduzido consumo diário de fruta e produtos hortícolas é indicado como um dos dez principais fatores de risco associados ao desenvolvimento de doenças crónicas não transmissíveis, como a obesidade.
A recomendação nutricional mundial para garantir a ingestão dos nutrientes mínimos necessários para a saúde tanto para crianças quanto para adultos é, pelo menos, cinco porções de frutas e legumes, todos os dias.
Consumir diariamente fruta e produtos hortícolas é um dos comportamentos mais importantes de uma alimentação saudável, porque estes alimentos contêm nutrientes insubstituíveis como as vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoquímicos.
Em Portugal, 74,9% das crianças entre os dois e os dez anos não cumpre esta recomendação da OMS.

Modelo premiado
O modelo pedagógico do programa ‘Heróis da Fruta’® já foi diversas vezes distinguido e premiado por vários especialistas nacionais e internacionais, preocupados em combater a obesidade e a má nutrição nas escolas, melhorando a alimentação diária das crianças.
Em 2021, chegou a vários canais de televisão e rádio, com uma série de animação de 26 episódios, retratando as aventuras deste grupo de três pequenos amigos que querem salvar o planeta “à dentada” e para isso partem à descoberta de frutas e legumes de origem nacional para ganharem superpoderes. Neste programas são também promovidos os produtos nacionais como a melancia do Ladoeiro, a uva do Ribatejo, a abóbora de Soza, o amendoim do Rogil ou o agrião de água de Almancil.


Este artigo vale:

€0,50
€0,80
€1,00

Agradecemos o seu contributo para uma imprensa local autónoma, independente e livre.

Donativo




Facebooktwitterlinkedininstagramflickrfoursquaremail