● A celebração dos 111 anos de História do Sport Futebol Palmense reflete a importância que esta instituição tem na sua comunidade, a comunidade de São Domingos de
Benfica. Mais do que na sua vertente desportiva, este clube – que tenho a honra de presidir – marca a identidade desta sociedade e é, por isso, querido por todos os que aqui residem ou, de alguma forma, fizeram do Palmense o local de eleição para a prática de uma atividade desportiva, seja para si próprios, seja para os seus filhos.
Se há algo que me tem sido evidente nestes anos de Presidência deste clube é que as memórias do Palmense são transversais a todas as gerações destes últimos 111 anos.
Recebemos, com frequência, contactos de pessoas que aqui passaram bons momentos, fotos de tempos antigos, testemunhos e relatos de episódios preciosos.
Todos eles nos tocam de tal forma que temos vindo, no último ano, a reunir com ex-atletas, dirigentes, treinadores e simpatizantes, curiosos para ouvir o que nos têm para contar e ansiosos por o partilhar com a nossa Comunidade. Histórias que despertam em nós uma enorme vontade de criar mais histórias, mais memórias, mais afinidades. De sermos mais.
Por isso, o nosso compromisso é este: recuperar a nossa História. Esta é a nossa ambição para os próximos anos, não só para recuperar as memórias de tudo o que já passou pelo nosso clube, mas sobretudo para trazermos de volta ao Palmense aspetos tão essenciais da sua cultura desportiva. Para envolvermos mais, criarmos mais, conquistarmos mais. Para que o nosso compromisso para com a nossa comunidade seja cada vez maior e mais profundo. Porque, como dizia na coluna passada, o Palmense somos nós. E esta é uma família sempre pronta – e desejosa – de acolher o próximo. De Ser História.f

PUB




Comente esta notícia

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.